Deus não te dá sonhos que você não seja capaz de realizar

debora

Apesar de não ser um religioso praticante – mas acreditarque forças superiores influenciam e muito em nossas vidas – precisei iniciar essa publicação com essa frase, que a catarinense Débora Maitê Cardoso me disse durante a conversa que tivemos nos últimos dias a respeito da realização do seu sonho em fazer um intercâmbio e morar fora do Brasil.

Não lembro bem quando surgiu a ideia mas há no mínimo 5 anos eu já sonhava em morar fora do Brasil. Sempre quis ir para a Europa, vivia pesquisando sobre intercâmbio, mas não tinha dinheiro suficiente para fazer um. Queria um lugar onde pudesse trabalhar enquanto estudava, foi então que a Irlanda entrou ganhou espaço nos meus planos.

 

Mas com o passar do tempo, quis o destino que o coração de Débora mudasse de direção:

Passei um bom tempo guardando dinheiro pra ir para a Irlanda… Mas não tinha nem a metade ainda. Estava quase desistindo da ideia de morar fora do Brasil, quando um amigo comentou a respeito de um programa de au pair, que até então eu não conhecia e nem considerava. Comecei a correr atrás de informações a respeito do tema e percebi que tinha todos os requisitos para concorrer a uma vaga (conversamos mais sobre isso no final da publicação). O que posso dizer a princípio, é que da minha busca por informação, entrevista com a família, recolhimento da documentação e embarque, em menos de três meses eu viajava rumo a um sonho. Só que agora, ao invés de ir para Europa, estava chegando em Northport, nos Estados Unidos.”

A mudança foi repentina, apesar do sonho ser antigo, tudo aconteceu muito rápido. Mas como a própria Débora citou na conversa, nada é por acaso! E mesmo os EUA não sendo seu sonho e vontades iniciais, ela diz estar muito contente com o rumo que sua vida tomou:

Eu nunca tive o vontade de morar nos EUA, chegar por aqui foi apenas uma grata surpresa do acaso. O programa de au pair é totalmente legalizado aqui e tem muita demanda. O intercâmbio era um sonho antigo, mas vir como au pair não era planejado, e hoje eu sei que aconteceu na hora certa e do jeito que tinha que ser.”

14718719_1504649709554085_322775374295657630_n

O choque de realidade com uma decisão tão repentina, obviamente era esperado, mas hoje, mais adaptada com o lifestyle americano, Débora já está totalmente adaptada e inclusive cita as principais diferenças que sentiu ao chegar na terra do Tio Sam (em comparação ao nosso Brasil, óbvio):

Duas coisas me chamaram muito a atenção por aqui, uma delas é a forma como eles cuidam do meio ambiente, o respeito mútuo que percebo entre as pessoas e principalmente, o patriotismo americano. Aquele estereótipo que vemos no cinema, pelo menos quando ao respeito que possuem pelo seu país, se mostrou totalmente verdadeiro. Ao menos no lugar onde vivo, na região de Long Island, a cidade é incrivelmente limpa e linda.”

14462974_1474764509209272_4727100995297937786_n

Outro fator que me chamou bastante a atenção é a questão econômica. Por exemplo, o poder de compra por aqui é muito maior do que eu tinha no Brasil (recebendo um salário inferior). Hoje os ganhos como au pair são em torno de $200 semanais, o que me permite viajar pelo país, fazer compras e me manter facilmente. Quem hoje consegue tal liberdade ganhando apenas o salário mínimo no Brasil? Já que no fim, é a media que ganho mensalmente por aqui, cerca de $800 mensais.”

 

[cs_button button_size=”btn-lg” button_title=”Contate-nos” button_link=”http://www.mbaseda.com/contato/” button_border=”yes” border_button_color=”#07404e” button_bg_color=”#07404e” button_color=”#ffffff” =”null” button_icon=”icon-envelope4″ button_icon_position=”left” button_type=”rounded” button_target=”_self”]

As saudades de casa, da família e dos amigos, com toda certeza existe e aumenta a cada dia. Mas quando a homesick bate forte Débora tem a solução: brigadeiro! Hahaha.

O que também ajuda muito é fazer amizade, conhecer lugares novos, planejar viagens aos finais de semana e manter a mente ocupada. Muitas vezes a tal da homesick vem com tudo, o que é absolutamente normal, afinal nada é perfeito. Mas a cada dia que passa me sinto melhor e mais feliz aqui, quero aproveitar tudo o vida pode me dar nessa oportunidade que estou tendo.”

O programa de Au Pair nos Estados Unidos é uma experiência de intercâmbio cultural através do trabalho com crianças. Por um ano ou dois você vai trabalhar com crianças, estudar e conviver com uma família americana. Você os ajudará com as crianças enquanto vivencia a cultura americana como ela realmente é. O programa é regulamentado pelo Departamento de Estado americano que te permite aprender sobre a cultura americana, o idioma, viajar e fazer novas amizades.

14291897_1462508880434835_2024763111665579512_n

Benefícios do programa:

  • Acomodação e refeições por um ano na casa da sua host family,
  •  Salário semanal de USD 195,75 e bolsa de estudos anual de até USD 500,
  •  Duas semanas de férias remuneradas,
  • Cobertura de seguro saúde básico,
  • Segurança garantida pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos – visto específico para o programa,
  • Oportunidade de extensão do programa por mais 6, 9 ou 12 meses.

Quais são os requisitos para ser Au Pair?

  • Ter entre 18 e 26 anos
  • Ser solteira e não ter filhos
  • Gostar muito de crianças e ter pelo menos 200 horas de experiência de trabalho com elas, comprovadas por referências. Experiências familiares somente não valem, mas podem ser acrescentadas como extra.
  • Ter inglês intermediário na conversação
  • Ter concluído o ensino médio
  • Ter carteira de motorista e saber dirigir
  • Não ter antecedentes criminais
  • Ter a aprovação de um médico para participar
  • Ter um passaporte válido

Diversas agências no Brasil trabalham com esse programa e acredito que próximo a sua casa tenha uma, para que você que se interessou no programa, possa dar mais um passo em direção a realização do mesmo.

14192741_1431664846852572_2985747234781752153_n

Pra finalizar, pedi para a Débora deixar uma mensagem para vocês que também sonham em um dia morar fora do Brasil, para qualquer que seja a área ou objetivo:

Todos deveriam ter a oportunidade de fazer um intercâmbio pelo menos uma vez na vida! Conhecer lugares incríveis e tirar fotos lindas em lugares que antes víamos como um sonho é ótimo, mas o melhor de tudo é ter a oportunidade de conhecer a si mesmo. Aprender que não importa pra onde viaje, você sempre será sua principal e melhor companhia. Conhecer uma nova cultura, respeitar as diferenças, se abrir para o novo, olhar para o lado e perceber que no fim, é você e o mundo.

Não imaginava que seria tão difícil assim sair de casa. A despedida foi dolorosa demais e as vezes em que pensei em desistir não foram poucas. Sinto que a Débora de meses atrás não é mais a mesma. Muito mais confiante, mais independente, mais corajosa, mais flexível e paciente. Ainda tem muito por vir, minha experiencia fora do Brasil está apenas começando e devo dizer que não vejo ela tendo um fim tão breve.

Hoje estou vivendo o que sempre quis pra mim, e repito a frase que mais me motivou a conquistar tudo que conquistei até hoje:  “Deus não te dá sonhos que você não seja capaz de realizar.”

Fonte: Intercâmbio de Sucesso

João Marcos

Adicionar comentário