Financiamento para o seu Negócio - Os 12 tipos de investimentos - Parte 4

Financiamento para o seu Negócio – Os 12 tipos de investimentos – Parte 4

Investidor de Risco!

“Legal, bacana, to feliz, o cara pôs dinheiro em mim!”.

E o outro cara está pensando “Bom, quanto isso vai me render? Quanto eu vou ter de rentabilidade?”

Não se empolgue muito com esse cara, por quê?

O que eles querem é só o investimento, só o dinheiro. Eles não querem participar e colocar a mão em nada, eles só querem o retorno sobre o investimento deles.

São profissionais do investimento, ponto.

Ter um cara desse no seu negócio, pode ser um mal negócio. Ele é um investidor profissional e quer só o retorno, ele vai acabar matando a sua empresa.

Porque ele vai cobrar retorno, retorno, retorno. Ele não quer entrar no seu negócio, não quer estar com você todos os dias, ele só vê a rentabilidade.

Ele vai te pressionar tanto, tanto, tanto para você ter retorno, que você vai começar a atropelar processos, e você vai quebrar. Invariavelmente, quebra.

Se eu posso te dar uma dica, fuja desse cara!

Venture Capital!

Um noma bacana não né? Venture Capital! Vamos lá!

“Investimento é direcionado para startups que estejam em processo de alto crescimento.”

Aqui você já está rodando a pelo menos um ano e meio, dois.

Então assim, você já tem fluxo de caixa, você já tem saúde, você já paga suas contas, você já vê sua conta no azul…

Aí agora você vai crescer 3, 4 vezes mais… Você precisa de uma Venture Capital.

“O montante investido no negócio é maior, na média dos milhões.

O objetivo de Venture Capital é ajudar a empresa a crescer, podendo chegar até uma fusão, uma operação de venda, ou abertura de capital.”

Quando a gente fala de abertura de capital, já é a sua entrada em bolsa, aqui já é o seu momento quase máximo, é onde você já está super grande, tá naquele último momento da infraestrutura de operação.

Você já está na terceira grade, com um time de mais de 50 pessoas, mais de 50 colaboradores, que estão aí todos os dias já tocando com toda a força.

Private Equity

Não é cavalo! Pode parar que não é cavalo privado! Não é nada disso.

É o passo seguinte da Venture Capital, você já é gigante, mas precisa continuar lutando…

Agora você já está lutando com uns caras muito grandes no mercado!

“É destinado para empresas que já estão consolidadas no mercado, ou seja, quando ela já tem alguns milhões em receita.”

Quando a gente fala receita é aquela grana enorme, que você já gera de toda a sua operação, daquilo que te sobra em caixa.

“Assim, essa forma de investimento prepara a empresa para sua expansão com possibilidade de abertura de seu capital junto à Bolsa de Valores.”

Quando a gente fala de expansão aqui já é internacionalização, 2/3 países, já é uma coisa gigante. Já vai ter um board internacional…

Aqui quando a gente fala de Private Equity, normalmente você já tem empresas internacionais, fundos internacionais, colocando dinheiro no seu negócio.

IPO

Bacana heim! Esse é o momento MÁXIMO! É aqui que a gente fala que a sua startup, o seu negócio, é Unicórnio (“Que possui avaliação de preço de mercado no valor de mais de 1 bilhão de dólares.”).

Tem algumas redes sociais aí que a gente conhece que valem BILHÕES.

“IPO = Initial Public Offering, ou Oferta Pública Inicial.”

É a hora que você realmente está em bolsa, e que você vai gerar uma oferta no mercado violenta!

“Processo pelo qual uma empresa abre seu capital pela primeira vez, por meio de ações que são negociadas na bolsa de valores.”

É a hora que GRANDES INVESTIDORES, profissionais mesmo, vem e acredita no seu negócio e põe GRANDES VOLUMES de dinheiro dentro da sua operação.

Alguns grandes operadores que a gente conhece, alguns nomes muito famosos, que geram grandes receitas, de grandes empresas…

Investem em algumas grandes startups ou grandes empresas que a gente conhece a tecnologia…

Estão aqui nessa hora e nesse momento de OLHO em você!

“Significa que você oferece a possibilidade de qualquer pessoa investir nela, tornando-se acionista – ou seja, sócio.

Isso ocorre, com base na análise de uma série de indicadores que apresentam sua companhia como boa oportunidade de investimento.”

Aqui a gente chega quase no final de todos os 12 processos…

 

Leia o artigo anterior: Financiamento para o seu Negócio – Os 12 tipos de investimentos – Parte 3

 

Redação Mba Seda

Redação Mba Seda

Adicionar comentário