Financiamento para o seu Negócio - Os 12 tipos de investimentos - Parte 6 - Incubadora

Financiamento para o seu Negócio – Os 12 tipos de investimentos – Parte 6

Incubadoras!

É um outro formato, é diferente… Também é bem bacana.

É uma outra infraestrutura, inclusive infraestrutura de mentores aqui é bem diferente das Aceleradoras.

O que é uma Incubadora?

“O termo define as entidades que promovem e estimulam empreendimentos inovadores, estejam eles nascendo agora ou já operando há algum tempo.”

Então quer dizer, já são coisas que passaram da ideação, passaram do papel, já está ali começando a entrar na pista e fazendo aquecimento.

“Oferece suporte material e intelectual aos empreendedores para que possam aprimorar suas ideias de negócio e conseguir transformá-las em uma empresa de sucesso.”

A diferença dela para Aceleradora é o que a gente fala aqui o Material Intelectual.

No caso da Aceleradora você passa um período específico, normalmente um período mais ou menos curto em comparação com a Incubadora, e você tem mentores ali que ficam na pressão.

Aqui você também tem mentores que ficam na pressão, mas invariavelmente o tempo que você fica em uma Incubadora é bem maior.

Então você tem um mentor que consegue se dedicar mais tempo com você, porque você vai ficar mais tempo lá dentro, automaticamente você consegue se desenvolver com mais calma.

Mas isso é de empreendedor pra empreendedor, cada um escolhe o seu caminho, não tem certo ou errado.

“Recebem empresas por até três anos e cobram uma taxa de manutenção durante o período.”

Você vai falar “Pô mas eu vou ter que pagar pra estar lá, qual a diferença? A aceleradora não cobra nada de mim…”.

Cobrar não cobra, financeiramente ela não cobra. Qual a diferença?

Quando você entra, no termo que você assina, você já passa a dar um equity do seu negócio pra ela. Que varia de 15 a 30% do seu negócio.

Aqui não tem equity nenhum! Você paga uma taxa , por toda essa infraestrutura que está recebendo,  e fica lá…

A vantagem da Incubadora é que no momento que você tiver tracionando, você já vai estar gerando receita, você pode continuar lá dentro.

Que é aquela hora que você toma corpo, o seu negócio toma proporções boas, você já começa a sentir.

Começa a ver o fluxo de caixa e você pode nesse momento partir pra uma sede própria, uma operação própria… Você não precisa mais da Incubadora.

No caso da Aceleradora não, você tem aquele período, daquele período tem aquele negócio que é uma próxima seleção.

Você tem a primeira seleção pra entrar na Incubadora e tem uma próxima seleção que é onde o investidor põe o dinheiro no seu negócio, um dinheiro maior.

Então você vai ser acelerado. Esse momento seguinte, da próxima seleção, a gente chama de Demo Day.

É o dia do modelo, é quando você apresenta o seu modelo de negócio pro investidor, e daquele grupo de startups que estão sendo aceleradas, sai em média duas ou três startups.

Nesse caso aqui não, está tomando um banho de conhecimento, um banho de negócios, um banho de estrutura, de network, de relacionamento com investiidores.

A hora que você sai, você já sai com a sua operação estruturada, com a sua sede própria, você já está crescendo, está saudável.

São coisas totalmente distintas, entenda que uma coisa é uma coisa e que outra coisa é outra coisa, e de novo, não tem certo e errado.

Cada um escolhe o caminho que quer!

Leia o artigo anterior: Financiamento para o seu Negócio – Os 12 tipos de investimentos – Parte 5

 

Redação Mba Seda

Redação Mba Seda

Adicionar comentário