Quais as principais diferenças entre um MBA e uma pós-graduação?

No sistema brasileiro de educação, os cursos de MBA – Master Business Administration – são tratados pelo MEC como cursos de especialização em nível de pós-graduação lato sensu, ou seja, precisam seguir as mesmas regras e normas que regem as demais formações na mesma categoria:

 

  • Ter o mínimo de 360 horas-aulas, não incluídos o tempo de estudo individual ou em grupo, sem a assistência de um professor, nem o período reservado para a elaboração da monografia ou trabalho de conclusão de curso;
  • O corpo docente precisa ser constituído por pelo menos 50% de professores mestres ou doutores. Os demais devem ter no mínimo, uma especialização;
  • Apenas os alunos que tiverem aproveitamento mínimo determinado pela instituição e presença em sala de aula de pelo menos 75%, terão direito a concluir o curso e receber certificado reconhecido;
  • Os certificados de conclusão devem ter registro próprio na instituição credenciada que o ofereceu.

 

Entretanto, a Pós-graduação e o MBA possuem diferenças significativas com relação ao público a que são dirigidos, com relação ao quadro de disciplinas, carga-horária, o direcionamento dos conteúdos e a maneira como são ministrados.

 

A Pós-graduação pode ser feita logo após a formação de terceiro grau, está na categoria da educação continuada, pois engloba as várias categorias de cursos ofertados para os profissionais que são portadores de um diploma de graduação. Ou seja, assim que se termina a faculdade, já é possível iniciar uma pós.

 

 

 

O curso é direcionado para expandir os conhecimentos já adquiridos em sala de aula, durante a graduação. Tem até 360 horas-aula e aprofunda os conhecimentos numa área específica. É indicado para profissionais que procuram um diferencial para o currículo.

 

Já o MBA, que é considerado uma especialização, é direcionado para o profissional que já atua no mercado, há pelo menos 5 anos. É indicado para líderes ou gestores em formação ou com carreira consolidada.

 


LEIA TAMBÉM: Conheça todos os tópicos abordados no MBA SEDA

 

Acontece que o curso é totalmente voltado para a prática, para a troca de informações entre os profissionais em sala de aula. Se o aluno não tem a experiência da prática e rotina do trabalho, não conseguirá contribuir para esse troca, e muitas vezes nem acompanhar os conteúdos.

 


LEIA TAMBÉM: Como o inglês vai mudar o rumo da sua carreira profissional

 

O curso tem foco em gestão, negócios e marketing e direciona para a preparação de líderes e gestores. A carga-horária pode ultrapassar as 400 horas-aula e inclui não apenas aulas teóricas, debates e seminários, mas também encontros práticos.

 

Portanto, percebe-se que apesar de ambos os cursos serem tratados pelo MEC como se fossem iguais, possuem propostas, foco e direcionamento totalmente diferentes. Parte de cada profissional analisar os objetivos que busca e o momento em que se encontra para fazer a escolha mais adequada.

João Marcos

Adicionar comentário